Crítica De Brightburn – O Filho Do Mal

Super-Homem do demónio!

29

É um pássaro! É um avião! Não, é um dos filmes mais intrigantes do ano. Num ambiente completamente saturado de super-heróis, no meio de uma renascença de terror, o produtor James Gunn tenta construir um filme que se apresenta como algo novo, recorrendo a ideias que já nos são muito familiares, tentando misturar o género de super-heróis com o género de terror. O Gui foi ver Brightburn – O Filho Do Mal, e está aqui para te dizer se o filme consegue atingir os seus objectivos, ou se é só mais um filme para ver e esquecer. Não percas já a crítica.