A segunda temporada de Attack on Titan chegou ao fim, mas a espera vai ser curta, uma vez que a terceira já foi anunciada. Esperemos que nos compensem com mais episódios, já que esta temporada teve praticamente a metade da primeira. Porém, talvez tenhamos que nos contentar com uma média de 12/13 episódios por ano. Se for essa quantidade anualmente já podemos dar-nos por felizes, não nos esqueçamos do quanto esperámos para a segunda temporada.

De certa forma, a espera tem a sua lógica e nós é que temos muita pressa. Quando a primeira temporada terminou, a história no mangá não estava muito avançada e a animação, se continuasse, ia rapidamente alcançar o mangá. Então, decidiu-se esperar. A espera trouxe algumas coisas boas e, como sempre, algumas coisas más. Se acompanhas esta jornada desde o início, sabes bem o impacto que a abertura da primeira temporada teve em todo o fandom. Eu era daquelas que saía de casa de manhã a ouvir aquilo a altos berros. Já a abertura da 2ª temporada deixou um pouco a desejar e não me conseguiu passar o mesmo sentimento que a primeira.

[irp]

Estou com esperanças de que a próxima seja algo bombástica! No entanto, a animação que acompanha a música levanta algumas questões. Ao longo dos segundos em que vemos alguns animais alinhados, incluindo o Titã Besta, deu-me a sensação de ser uma linha evolutiva. Após uma segunda análise, coloquei a hipótese de estarem representados os mais predadores existentes. Contudo, elefantes e hipopótamos não são considerados predadores numa escala tão elevada quanto leões e outros animais carnívoros. Este pormenor foi algo que me agradou nesta abertura, uma vez que, em aproximadamente um minuto e meio, desperta a nossa curiosidade, mas não entrega toda a história.

Enquanto que a primeira temporada foi maioritariamente concentrada em Eren, esse foi um ponto que melhorou bastante ao longo da sequela. Apesar de nos ter sido mostrado o passado de algumas personagens, o desenvolvimento das suas personalidades foi quase nulo, o que tornou os episódios iniciais muito monótonos. Compreendo que explicações tenham que ser dadas e a partir do momento em que terminou a segunda temporada, inicia-se uma parte extremamente política, ou seja, a acção vai ter que esperar. Além disso, houve uma má organização da acção e das revelações ao longo destes 12 episódios. Ora um episódio cheio de teoria, ora outro repleto de pancadaria. Pelo menos, agora já sabes que a próxima temporada vai exigir-te um bom e rápido funcionamento do teu cérebro.

[irp]

Temos que admitir algo: a coerência com o mangá é uma realidade. Ainda bem, não é? Assim podemos sempre espreitar e receber uns spoilers super fofos sem esforço algum. No entanto, para quem lê o mangá pode ser um pouco frustrante e também para quem não lê. Está tudo espalhado pela internet e não se cria uma expectativa relativamente à revelação de segredos, explicações ou até mesmo mortes de certas personagens, porque o fandom é tão grande que se spoila a si mesmo. Para quem lê o mangá, o factor surpresa também fica estragado e há quem acompanhe o anime por mera curiosidade, fidelidade com a história ou porque quer muito ver animado, o que leu. Mas, se pensarmos bem, há um factor que nos deixa sempre agarrados. Quando algo é revelado, deixam-se pontas soltas por explicar ou questões importantes por responder. Acredita que isto foi essencial para que não tivesse deixado a temporada nos primeiros episódios.

Vamos ser sinceros? Quem foi a pessoa que se lembrou da horrível ideia de animar o Titã Colossal a 3D? Porquê? Espero que não cometam o mesmo erro na terceira temporada, porque não vou conseguir digerir aquele tipo de animação. Só me faz lembrar os Vocaloids, porra! A restante animação está no ponto, corrijam isso! Aprecio tanto o facto de o traço do anime ser tão bonito, tão detalhado, não o estraguem! Eu não vou aguentar ler o mangá, aquele estilo é insuportável!

Assim, deixamos a temporada pela qual tanto esperamos, na esperança de que algumas coisas sejam corrigidas. Até 2018, deixa o teu hype bem no alto, porque muita cena boa te espera!

O que esperas da terceira temporada?